Tambor, o novo morador da casa

domingo, maio 04, 2014

O meu primeiro coelho em partes não era meu, ele se tornou meu filho adotivo na marra quando uma amiga resolveu ter um coelho e por diversos motivos que ela mesma listou o entregou pra mim no mesmo dia em que o comprou dizendo "fica com ele uma semana e eu volto para buscá-lo". Nem preciso dizer que essa semana acabou se tornando uma temporada.. Com um coelho cinzento numa caixa de papelão e um bocado de ração vendida à quilo no saquinho, eu voltei pra casa morrendo de medo do que minha mãe ia fazer ao descobrir sobre o novo "hóspede".

Pra minha surpresa todos na casa se apegaram bastante ao bichinho. Demos um nome a ele, Gandalf Chiquinho (o segundo porque minha mãe não guardava o primeiro de jeito nenhum), brincamos e cuidamos dele. Mas apesar de cuidar de um coelho não exigir altos gastos, um mínimo de dinheiro precisa ser investido no bichinho. Uma gaiolinha adequada, bebedouro, comedouro, ração... E na época eu não trabalhava., logo não podia comprar essas coisas. Acabei tendo que devolver o Gandalf pra sua dona original (que provavelmente não ficou com ele por muito tempo).

A paixão entre um coelho e um sapo

Mas há quase um mês, mais especificamente 25 dias, atrás outra criaturinha felpuda e fofinha veio morar aqui em casa, o Tambor. Ele veio pra cá bem novinho e pequenininho, mas depois de algumas semanas ele praticamente dobrou de tamanho. Ele é um mini lion que pode chegar a até 30cm e pesar até 2kg, e apesar de não ser muito comum, tem olhinhos azuis! É muito dócil e carinhoso, e mesmo curioso e doido pra desbravar os lugares proibidos da casa ainda adora um colo e cafuné atrás da orelha. Quando ele está muito feliz e satisfeito, assim como todos os coelhos, fica dando saltos engraçados e correndo pra lá e pra cá. Essa é a diferença entre as raças de mini-coelhos e coelhos comuns, os grandões, a interatividade com o dono e a afeição que eles podem criar com o mesmo.


Desde então tenho procurado mais informações sobre coelhos e de como cuidar deles e como é difícil achar uma fonte confiável hein? Cada site fala uma coisa diferente. Mas encontrei um bem bacana que trata bastante de mini-coelhos e tem umas dicas bem bacanas pra quem tiver interesse: http://www.minicoelho.com.br/

Beijos e até o próximo post!!



You Might Also Like

7 comments

  1. Meu Deus...que coisa mais linda *_______*
    Vc precisava de um bichinho de estimação!
    Faz uma falta gigantesca, apesar do trabalho que dão.
    Não tem nada que desestresse mais do que um companheiro animal!
    E boa sorte com o novo pet ^^
    Espero ver muitas fotos fofas aki!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim! Estive procurando um mini-coelho há meses nessa cidade e não encontrava, só vi um pouco antes de viajar então não pude ficar com ele. Mas sempre esqueço que época de páscoa fica mais fácil de encontrar...
      Ele é um doce e vou postar mais fotos dele aqui :3

      Excluir
  2. Oie.
    Que coisinha mais linda <3 Minha cunhada tem um coelho, mas não é mini neeem um pouco, lindo também, mas tem sempre que ficar na gaiola senão entra nos cantos e ninguém consegue tirar, hahaha
    Lindo, lindo, lindo.

    Bjooos
    http://www.azul-calcinha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo né :3 Coelhos são muito amor!!!

      Excluir
  3. Que coisa mais fofa! Quando eu era pequena, tínhamos uma criação de coelhos na minha chácara. Nessa época nós tínhamos cerca de uns 20 coelhinhos e eu vivia brincando com eles. Porém, nunca tive um coelho de estimação mesmo, de morar dentro de casa. Tenho muita vontade de ter um para ver como é. Essa foto do Tambor beijando o sapinho é tão awn ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, uma criação deve dar trabalho hein?? Tente algum dia, eles são tranquilos de cuidar, e não gastam muito dinheiro, e são super carinhosos. Minha mãe por exemplo não se dá muito bem com cachorros, mesmo eu gostando muito deles, mas já com tambor ela se acostumou bem rápido XD

      Excluir
  4. Ai meu deus, que amor! Coelhos são tão gracinhas, e o Tambor não fica atrás! Na época em que eu assistia The O.C. quis muito um coelho, a Summer tinha um, mas minha mãe não me permitiu, afinal eu já tinha (ainda tenho, na verdade) um poodle super agitado. Mas ainda guardo no coração essa ideia, coelhos são muito fofinhos e parecem ótimos companheiros. <3

    ResponderExcluir

Subscribe