Okuribito - A Partida

segunda-feira, janeiro 31, 2011


Mais um filme oriental, dessa vez japonês. Okuribito conta a história de Daigo Kobayashi, um violoncelista que torna-se desempregado logo que sua orquestra é dissolvida. Endividado, uma vez que acabara de comprar um caro violoncelo, e em busca de melhores condições para ganhar dinheiro ele volta para sua cidade natal junto de sua esposa. Ao procurar em vários anúncios de jornais se depara com um serviço que parecia ideal, já que pagava bem. Ao chegar ao escritório, o local de trabalho, é contratado quase que de imediato. Seu novo emprego é o de "Nokanshi", uma espécie de agente funerário, responsável por preparar os mortos, deixá-los limpos e arrumados, colocá-los do caixão.... Essa espécie de ritual vem da tradição japonesa e cabía à família do morto fazer toda a preparação e enviar a pessoa que morreu para o outro mundo. Agiam portanto como guardiões entre a vida e a morte. Porém esse trabalho passou a ser visto como vergonhoso e todos à volta desprezavam tal cerimônia (mesmo precisando dela), sendo feita por terceiros. Os amigos de Daigo e até mesmo sua esposa o criticam severamente pelo emprego que aceitou. Ele mesmo, no início, tem dificuldade de aceitar seu próprio ofício. Mas a medida que o tempo passa e o protagonista se familiariza com o ritual, com a morte, aprende o significado da vida.





A história é simples, sem um roteiro muito complexo e ainda sim eficiente em mostrar uma história muito humana. Diferentemente de diversos outros filmes, trata da morte sem os excessos melodramáticos geralmente vistos. Trata da morte como uma etapa inevitável da vida, com um toque de pureza e delicadeza que cativam profundamente. O filme mostra a dificuldade em lidar e entender essa etapa e como um homem, através de um ritual fúnebre encontrou o sentido de sua vida e felicidade.

Fotografia excelente, uma trilha sonora impecável e atuações brilhantes. Okuribito mescla momentos de tensão e até descontração sútis que envolvem o espectador até o final. Ganhou Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, e sim, foi merecido. Aí está mais uma dica para o restante das férias, pra quem quer um filme mais calmo e realmente bonito!


- Como de costume aqui está o link para a OST do filme, e dessa vez, incluve o link para baixar o filme em si, apesar de estar disponível em locadoras, boa diversão:

You Might Also Like

0 comments

Subscribe