Reinaugurando! Como iniciar Projetos

by - quinta-feira, outubro 01, 2015

Inspirada pela Dasty me empolguei em voltar com as postagens do blog e aqui estou novamente! O assunto é um pouquinho extenso então vamos começar?



Sabe aquele seu amigo, aquele seu conhecido, que faz e acontece? Aquelas pessoas que quando tem uma ideia vão lá e botam em prática, simples assim? Então... eu não sou esse tipo de pessoa. Eu sou justo aquela que digita "Como iniciar projetos" - Pesquisar! Se você é dos meus e precisa de tutorial pra vida toca aí!! Mas por que é tão difícil? Por que a gente procrastina tanto?

Quando temos planos em mente, projetos a serem feitos a primeira coisa a se levar em consideração é: "eu tenho meios e condições para levar isso a diante?". Se a resposta é não o próximo passo é correr atrás dessas coisas, pode ser estudo, pode ser dinheiro, network, pode ser qualquer coisa mesmo. Quando finalmente estamos prontos, conseguimos todos aqueles pré-requisitos, o basicão, porém essencial pro projeto sair do caderno rabiscado a gente para e pensa: "Ei, espera aí, acho que está faltando algo" ou "Mas como alcançar o resultado x e não y?" e ao invés de finalmente dar o pontapé inicial a gente volta pro google pra dar mais uma pesquisa, e depois mais outra, e quando damos conta ficamos presos nesse ciclo de pesquisar, retomar o projeto e pesquisar novamente. Não começamos nunca, sempre procurando mais informações, novos meios, fórmulas de pessoas já bem sucedidas. Essa procrastinação, a criação e análise de cenários que nem existem ainda, se chama paralisia por análise.

A cronologia desse post é bem interessante se vocês repararem. Apesar de ter sido escrito há uns sete meses atrás, na postagem anterior eu falei exatamente sobre a dificuldade que eu tinha em criar uma página no facebook para postar meus trabalhos e a dificuldade toda não era prática, já que qualquer um pode criar a administrar algo do tipo. Pra quem é empacado igual eu esse processo funciona mais ou menos como empurrar um armário (wtf paula?), é difícil, exige força para vencer a inércia do objeto, aquele armário realmente quer ficar ali, mas uma vez que conseguimos alterar o estado dele fica mais fácil de empurrar. Em outras palavras, como dizem por aí, o primeiro passo é o mais difícil e não precisa ser assim né?

Mas e aí? O que fazer? Eu começaria pelo o que não fazer. Procurar fórmulas, pesquisar sobre pessoas que já "chegaram lá" pode ser inspirador, eu faço isso com frequência, mas se eu não tomar cuidado essa admiração se transforma em ansiedade. Buscamos muito por resultados, as vezes esquecendo do processo. Ficamos aflitos em alcançar "aquilo" e como "aquilo" provavelmente exige muito esforço e trabalho, logo pode demorar um pouco pra vir, questionamentos como "será que sou bom o suficiente?" começam a surgir e aí é a estaca zero novamente.

Além disso, e o mais importante é mudar um pouco a maneira como encaramos a escolha. Começar é uma escolha que muitas vezes nos exige coragem e trás suas consequências, mas decidir por não começar também é. Pode dizer, é bem fácil imaginar as consequências do "sim", de enxergar o preço que pagamos com ele, seja fracasso, seja vergonha, ou até mesmo sucesso (quando se está otimista). Mas é difícil enxergar o preço que pagamos por desistir antes de começar, de enxergar as coisas boas que estamos perdendo, o aprendizado e tudo o que vem junto com a nova experiência. Por ser uma escolha passiva temos mais dificuldade em entender que ela também tem um custo.

Continuo tentando arriscar mais e procrastinar menos. Tenho vários planos e vontades que pretendo riscar da minha lista de metas e uma delas é criar, além da página, um canal no youtube, onde quero postar processos de ilustrações minhas e coisas relacionadas a desenho, o primeiro vídeo está até pronto e sendo upado nesse instante

Enfim, já escrevi demais e esse foi o post de reinauguração do blog, no final das contas eu sempre volto, estou nisso há quase 6 anos já (sim, o blog tem quase 6 anos) e espero ficar por muuuito tempo ainda, me aguentem!! Deem uma olhada na página e no canal caso ainda não tenham entrado e curtam/se inscrevam se quiserem receber as atualizações, tudo está sendo feito com muito carinho e capricho.



Quer dar uma olhada na página?
E no canal?

You May Also Like

2 comments

  1. Eeeei, Paula! Seja bem-vinda de volta (e que dessa vez não suma mais)! ♥

    Nossa, eu não sabia que existia um nome pra isso, "paralisia por análise". Li em algumas reportagens, não sei se tem muita base científica, que muitas pessoas que se consideram perfeccionistas também são mestres na arte de procrastinar. Eles diziam que essas pessoas não conseguiam se forçar a começar um projeto antes que soubesse como agir em cada uma das etapas. E quando eu li isso me deu um estalo, porque é exatamente o tipo de coisa que acontece comigo.

    Invento um monte de coisa, tenho bilhões de ideias, mas no momento de colocar em prática eu travo. Não sei por onde começar, quando busco inspiração fico ansiosa, uma bagunça, haha. Uma coisa que me ajuda é a tal da lista: tento colocar no papel todos os possíveis passos para o projeto e tentar seguir daí em diante.

    Enfim, comentei demais já, hahaha.
    Boa sorte com seus projetos, vou ficar torcendo! Um beijo. =)

    ResponderExcluir
  2. QUE BOM QUE VOCÊ VOLTOU! E fico feliz por minha volta ter feito você voltar hahaha
    Eu tenho muito problema em começar projetos porque sofro muito de falta de inspiração. Uma tática que tenho para tentar barrar isso é ver coisas bonitas (principalmente de design, ilustração e blogs). Isso que me deu forças para voltar a escrever no blog e me empenhar. O difícil é começar mesmo, porque agora estou bem empolgada. Espero que você se empolgue também :D

    ResponderExcluir