Interstellar

by - quarta-feira, novembro 12, 2014

Fui ao cinema assistir Interstellar sem ter noção alguma do que me esperava. Não li críticas, não prestei atenção alguma ao trailer e não li nem ao menos a sinopse. Eu gosto das produções do Christopher Nolan, os filmes dele trazem uma combinação de enredo, elenco, trilha sonora e efeitos especiais que me agrada muito e foi pensando nisso que resolvi assistir seu último filme. 

Admito que não transito pela ficção científica espacial com muita frequência. Amo de paixão a franquia Alien (principalmente pelo terror) e também Prometheus, ambos de Ridley Scott e mais recentemente Elysium. Mas não, não assisti 2001 - Uma odisseia no espaço (não me matem) ou Gravidade então Interstellar foi um filme bem marcante pra mim e fazia tempo que eu não saía do cinema tão empolgada.

Se você, diferente de mim, não gosta de se aventurar no cinema sem antes saber do que se trata o filme aí vai um resuminho básico: Se trata de um futuro de data incerta no qual a Terra sofre com uma espécie de praga que dizimou grande parte das fontes de alimento no mundo inteiro, sendo as plantações de milho uma das últimas a sobreviverem, e a grande quantidade de pó (vinda com a praga) também apresenta sérios riscos à saúde. Em meio à fome, doenças e sofrimento, a NASA se vê obrigada a trabalhar clandestinamente, uma vez que recursos não deveriam ser direcionados à experiências, pesquisas ou viagens espaciais, mas sim na sobrevivência imediata da população. O ex-piloto Cooper (Matthew McConaughey) descobre sobre as atividades da organização e se vê dividido entre permanecer com sua família na fazenda ou viajar para o espaço em busca de novos planetas habitáveis.

Em primeiro lugar, Interstellar não é um filme fácil de assistir. É longo, duas horas e meia de duração, não é um filme de ação, e muitas vezes o silêncio predomina nas cenas. Além disso vale ressaltar que o filme não é apenas uma história de sobrevivência mas de amor. Pode parecer clichê, mas são as relações, especialmente familiares (entre Cooper e sua filha por exemplo), que guiam, acompanham e encerram a obra. Se trata de sacrifícios que se faz pela coletividade, mas principalmente pelos que se ama. Essa premissa foi naturalmente inserida no enredo de forma que não pareceu apenas mais um apelo emocional, mas sim algo fundamental à trama e a atuação de Matthew McConaughey é impecável neste sentido. Ele incorpora e transmite de maneira incrível o papel do pai que não é herói, mas sim um homem comum e falível, além de deixar bem claro a ligação que existe entre ele e sua filha.

O que pode ter desagradado alguns (ou muitos, não sei) fãs de ficção científica e também aqueles familiarizados com a física quântica é o excesso de informação e conceitos científicos jogados ao público em diversos momentos do filme. Em algumas situações as ideias são encaixadas de maneira mais orgânica ao enredo, mas em outras as sequências podem parecer até forçadas, como um diálogo totalmente desnecessário. Um exemplo é a explicação do buraco da minhoca (cena muito parecida com a de Odisseia no Espaço). Isso torna o filme mais cansativo. Mas não para mim. Devo admitir mais uma vez que não entendo nada de física, nem aquela que se aprende no ensino médio, então as explicações foram super bem vindas e sem elas eu ficaria perdida. Além disso meu histórico com filmes espaciais não é longo (como eu já disse) então o que é uma mera repetição de filmes anteriores para uns, é informação valiosa pra mim. Acredito que, nesse aspecto, o filme foi produzido para "leigos" (até certo ponto, porque não acho que seja um filme fácil de assimilar), como eu.

Tecnicamente falando o filme é impecável, como os de Nolan sempre são. São vários cenários diferentes e todos eles construídos e aproveitados ao máximo, ressaltando que chroma-keys não foram usados na produção (D:). 

Por fim minha opinião sobre Interstellar é positiva. Sentei na cadeira sem saber o que esperar então demorou um pouco para me familiarizar com a trama. A medida que o enredo foi se desenrolando, sem pressa alguma devo observar, me senti cúmplice na história. Apesar de não ser um filme de ação, algumas cenas deram conta de acabar com meus nervos tamanha tensão e a trilha sonora do sempre imbatível Hans Zimmer colaborou para tal. A ideia da distância não só física, geográfica, mas temporal, a incapacidade de poder se comunicar, manter os laços, todas as situações problemáticas do filme me deixaram agoniada como se eu estivesse naquela situação. E tem filme melhor do que aquele que consegue te levar pra dentro da história e te fazer sentir o que aqueles personagens estão sentindo?

You May Also Like

6 comments

  1. To louca pra ver esse filme >_< (achei seu blog pela sernaiotto)
    Eu li em alguns artigos que esse filme virou queridinho de varios cientistas, pelo fato de ter bastante coisa bem baseada e ser realista, diferente de gravity, ne!
    Mas estou em duvidas, pois como voce disse o filme tem bastante silencio, e é uma historia de sobrevivencia e amor, etc.. Então não sei se vou aguentar ver. Mas eu gostei bastante de gravity (apesar de quase ficar sem ar) XD então acho que vou dar uma chance! Amo a Anne <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um filme meio lento sim, eu estou acostumada até então isso não foi um problema XD Ainda assistirei gravity :D

      Excluir
  2. Eu ouvi muitas expectativas das pessoas pra esse filme, mas não entrei muito em detalhes pra explorar a trama porque esse universo também não é muito familiar pra mim e nem está entre meus temas favoritos. Acho que nem assisti o trailer. Quando saí, vi uma imensidão de gente reclamando e de como o Nolan tinha errado a mão feio.

    Dai, se eu já não tava com expectativa, piorou. Mas agora, lendo o seu post e vendo na tua situação uma situação parecida com a minha, talvez dê uma chance para o filme.

    (Eu não sei se tem alguma coisa a ver, mas eu vi Gravidade, achei bem mais ou menos, apesar da fotografia ser ótima, e dai já fico de pé atrás com filmes "fora da terra" hahahaha)

    Beijoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi bastante crítica ruim e boa sobre o filme (só depois que assisti o filme), mas acho que vale a pena assistir, mesmo que seja pra odiá-lo no final XDD. Ouvi opiniões bem diversas sobre gravidade também, vou alugar qualquer dia e ver o que eu acho do filme ^^

      Excluir
  3. ESSE FILME PARECE SER DEMAAAAIS
    Primeiro porque eu amo filmes assim, ao contrário de vc eu estou tão familiarizada com a temática de ficção científica espacial que eu pareço uma pessoa chata quando converso sobre os filmes que já assisti e os filmes que li HAHAHA
    Meu amigo foi ver esse filme no cinema também sem nenhuma pretensão de nada e saiu maravilhado. E disse também que esse foi bem melhor que Gravidade, que foi o filme que fomos ver juntos na estreia.
    Ou seja, só amores!
    Espero que final de semana que vem ainda esteja em cartaz, porque com certeza eu verei! *-*

    Te indiquei para uma tag lá no meu blog :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh então você deve gostar!!! Tomara que sim né? Depois conta o que achou!!!
      Ah obrigada por me indicar :3 vou responder já já ^^

      beijos!!

      Excluir